Aquarius Ortodontia



(61) 3045.6788

WhatsApp: (61) 9610.4900

notícias

A respiração nasal é uma função vital, instintiva e reflexa que se dá no primeiro momento de vida fora do útero, e é condição imprescindível para que o conjunto crânio-facial tenha pleno crescimento e desenvolvimento. O ar é filtrado, aquecido e umidificado e levado para os pulmões. Os lábios devem permanecer fechados na posição de repouso, com equilíbrio da musculatura facial que atua como uma cinta muscular e orienta o crescimento e desenvolvimento da face.

O homem foi programado para respirar pelo nariz. Quando isto não ocorre substitui o padrão correto por respiração bucal ou mista, instalando a Síndrome do Respirador Bucal, que é o resultado inevitável da obstrução das vias aéreas superiores.

Quando se analisa a função respiratória é necessário observar se há alguma dificuldade para a respiração nasal, se o obstáculo à respiração for temporário a criança poderá recuperar-se sem que alterações se efetivem.

Quando a respiração permanece alterada, alterações osteomusculares podem acontecer. O objetivo do tratamento é buscar e eliminar as interferências, a redução da musculatura oral, a conscientização, respeitando a individualidade do paciente.

O importante é o diagnóstico, o pronto atendimento ou encaminhamento, visando eliminar as causas que possibilitaram a instalação do hábito.

Os Respiradores Bucais podem ser tratados com sucesso por cirurgiões-dentistas (ortopedistas, ortodontistas), otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos e fisioterapeutas, entre outros.

O exame clínico integral deve ser o mais completo possível, analisando as atitudes posturais, dentais, linguais, labiais e respiratórias, de sede, de sono, e sociais. O emprego do Raio-X para avaliar a obstrução nasal através da medida da passagem do ar e os testes de avaliação de passagem de ar pelo nariz são válidos quando associados ao exame clínico e a anamnese do paciente para se fechar o diagnóstico, muitas vezes com ajuda de profissionais da área de saúde.

 

O conceito de intervenção precoce elimina o fator de risco para o crescimento facial e melhora em longo prazo a estabilidade da morfologia facial, o que é o objetivo do tratamento.


Para um respirador bucal, a possibilidade de romper o processo adaptativo e selar os lábios habitualmente é a chance de abrir-se para a vida

Dra. Patrícia Palhares Ribeiro Teixeira  CRO 6238

Compartilhe